Porto de cinco estrelas ruma às meias-finais

Weserstadion, Bremen – 30-03-1994 – Fase de grupos
Bremen
Bremen
0 - 5
Porto
  • Bastos Tavares 11
  • Kostadinov 35
  • Secretário 70
  • Domingos 74
  • Timofte 90 (P)
Porto
Mestres da táctica

Porto de cinco estrelas ruma às meias-finais

1993/94

• O avançado do FC Barcelona, Hristo Stoichkov, sagrou-se o melhor marcador da UEFA Champions League, com cinco golos em seis jogos (falhou duas partidas na fase de grupos), todos eles alcançados nos últimos 35 minutos.

• O Werder Bremen perdia por 3-0 ante o RSC Anderlecht aos 25 minutos da partida da segunda jornada, mas operou uma reviravolta impressionante, marcando cinco e não sofrendo nenhum, o que valeu um triunfo por 5-3 na Alemanha.

• O AC Milan terminou na liderança do Grupo B, apesar de só ter ganho dois dos seis jogos disputados e ter marcado apenas seis golos. Depois, facturou sete golos, nas meias-finais – onde eliminou o FC Porto por 3-0 – e na final.

Depois de um jogo emocionante, com cinco golos, no primeiro confronto entre FC Porto e SV Werder Bremen, as equipas partiram para o jogo na Alemanha sabendo que a vitória seria um passo importante para saber quem acompanhava o AC Milan rumo às meias-finais. Outros cinco golos significaram mais emoções, mas desta feita menos divididos, já que os visitantes portugueses surpreenderam os anfitriões.

Com o invicto Milan apurado a duas jornadas do fim, sempre pareceu que este jogo ia determinar quem terminava no segundo lugar do Grupo B. A vitória apurava o FC Porto; com um triunfo, o Bremen ficaria à beira do apuramento, mas em caso de empate o RSC Anderlecht ficava mais perto. A lesão madrugadora de Paulinho Santos foi um mau presságio para o FC Porto, mas o seu substituto, Rui Filipe, rapidamente assegurou o contrário.

Apenas três minutos após entrar em campo, o suplente arriscou de longe e viu a sua ousadia recompensada, já que a bola sofreu um desvio em Andree Wiedener e passou por cima de Oliver Reck. Na baliza contrária, Vítor Baía tinha mais sorte, efectuando uma série de defesas. A dez minutos do intervalo, Emil Kostadinov marcou na sequência de um contra-ataque, recebendo um passe de Ljubinko Drulović e rematando rasteiro para a esquerda de Reck.

Isso foi o mote para o Bremen, que se lançou de forma desenfreada no ataque, e o FC Porto aproveitou para responder no contra-ataque. A meio da segunda parte, Carlos Secretário fez o terceiro, depois de flectir da direita para o meio – seria agora, certamente, que os visitantes iam abrandar? No entanto, depois de ter visto a vantagem de 3-0 da sua equipa, no jogo da primeira volta, quatro meses antes, reduzida para 3-2, numa ponta final emocionante, Bobby Robson incitou a sua equipa a continuar a atacar.

Quatro minutos depois, o suplente Domingos Paciência deu mais certeza ao resultado, com um fantástico remate de longe. Ion Timofte agravou ainda mais a derrota germânica com um penalty nos instantes finais, depois de mão na bola de Andreas Herzog a remate de Domingos, e o FC Porto seguiu para as meias-finais.

Estrelas

  • Vítor Baía

    Talvez o melhor guarda-redes português de todos os tempos, Baía acumulou troféus durante uma carreira que se estendeu durante duas décadas. Somou 80 internacionalizações e mais de 30 títulos, incluindo dez campeonatos portugueses, a Taça UEFA, em 2003, e a UEFA Champions League, em 2004, com o FC Porto. Tão leal quanto era ágil e líder, Baía passou toda a sua carreira nos "dragões", excepção feita para três épocas no FC Barcelona, onde ganhou o campeonato e a Taça das Taças.

  • Couto

    Primeiro jogador português a atingir a centena de internacionalizações, Couto foi um defesa-central bem-sucedido, que ganhou o campeonato em Portugal, Itália e Espanha. Produto dos escalões de formação do FC Porto, também ergue a Taça UEFA, em 1995, ao serviço do Parma FC, e duas Taças das Taças, com a camisola do FC Barcelona. No entanto, faltaram-lhe as conquistas pela selecção, e Couto retirou-se com 110 internacionalizações, depois da derrota de Portugal na final do UEFA EURO 2004.

  • Herzog

    Primeiro austríaco a somar 100 internacionalizações, Herzog foi um criativo com estilo que cresceu nas camadas jovens do clube da sua cidade-natal, o SK Rapid Wien. Ganhou a Bundesliga austríaca em 1987 e 1988, títulos aos quais acrescentou o equivalente alemão no SV Werder Bremen. Especialista em livres, ainda alinhou uma época no FC Bayern München, pelo qual ganhou a Taça UEFA, em 1996, antes de regressar ao Bremen. Representou a Áustria no Campeonato do Mundo de 1990 e 1998.

O que aconteceu depois?

• O FC Porto empatou a zero ante o AC Milan na sexta jornada, enquanto o SV Werder Bremen venceu o RSC Anderlecht para terminar no terceiro lugar do Grupo B, com o "bis" de Marco Bode a ter um golo de John Bosman pelo meio.

• O Bremen bateu o SC Rot-Weiss Essen na final da Taça da Alemanha em 1993/94, no jogo que assinalou a despedida de Otto Rehhagel, depois de 14 anos no clube. Transferiu-se para o FC Bayern München no Verão de 1995.

• Hristo Stoichkov destroçou o FC Porto nas meias-finais, bisando pelo FC Barcelona na vitória por 3-0, antes de o "dream team" catalão perder por 4-0 frente ao AC Milan na final.

• O FC Porto foi segundo classificado na Liga portuguesa, atrás do Benfica, mas depois iniciou um período de hegemonia sem precedentes, com cinco títulos consecutivos, terminando com pelo menos oito pontos de vantagem durante essa série.

• Bobby Robson transferiu-se para o Barcelona dois anos depois, fazendo-se acompanhar pelo adjunto José Mourinho, e depois de contratar Ronaldo, ergueu a Taça das Taças na sua primeira época em Espanha.

Junte-se à conversa

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.