Gerrard brilha no triunfo dos "reds"

Anfield, Liverpool – 10-03-2009 – Oitavos-de-final
Liverpool
Liverpool
Torres 16 Gerrard 28 (P), 47 Dossena 88
4 - 0
Real Madrid
Real Madrid
Mestres da táctica

"O Liverpool foi excelente e mereceu passar. Foram demasiado bons." Juande Ramos

2008/09

• Joseba Llorente apontou o segundo "hat-trick" mais rápido (17 minutos) da história da UEFA Champions League, quando o Villarreal CF goleou o Aalborg BK, campeão da Dinamarca, por 6-3, na terceira jornada.

• O triunfo total por 12-1 do FC Bayern München sobre o Sporting, nos oitavos-de-final, constituiu o resultado global mais elevado da competição em rondas a duas mãos.

• Chelsea FC e Liverpool FC conseguiram no encontro da segunda mão dos quartos-de-final o segundo empate 4-4 da história da prova. Hamburger SV e Juventus partilharam o mesmo resultado na fase de grupos de 2000/01.

 

O Liverpool FC aumentou a sua reputação europeia sob o comando de Rafael Benítez, quando pôs fim às ambições do Real Madrid CF na UEFA Champions League, com uma vitória por 4-0 numa noite memorável em Anfield.

A astúcia de Benítez nas competições europeias tinha sido mostrada duas semanas antes, com os "reds" a vencerem por 1-0 no Santiago Bernabéu, antiga casa do seu técnico, na primeira mão dos oitavos-de-final. O segundo jogo foi bem diferente.

"Porque é que Benítez joga com dois médios-defensivos? Porque não tem três". A piada, utilizada durante a passagem do espanhol por Inglaterra, podia ter algum fundo de verdade, mas frente aos "merengues" só havia uma coisa no pensamento dos seus jogadores. Os "reds" começaram de forma avassaladora, com Iker Casillas a impedir Fernando Torres e Javier Mascherano de inaugurarem o marcador bem cedo.

O Liverpool enfrentava o adversário olhos-nos-olhos, e para Torres, antigo capitão do Club Atlético de Madrid, o duelo tinha um sentimento especial. E foi recompensado aos 16 minutos, correspondendo ao passe de Jamie Carragher, passando por Pepe, e finalizando após combinação com Dirk Kuyt.

Apesar de Steven Gerrard ter visto o golo ser-lhe negado por Casillas, depois de novo lance de perigo de Torres, o médio inglês não demorou muito tempo até festejar o seu 100º tento nas competições europeias pelo clube. A mão na bola de Gabriel Heinze possibilitou-lhe uma oportunidade flagrante, da marca de penalty, mas o seu segundo da noite, aos dois minutos da segunda parte, requereu uma técnica ímpar.

Ryan Babel cruzou da esquerda e Gerrard colocou a parte lateral do pé da maneira que desejava. Casillas foi batido sem apelo nem agravo e, tirando tentativas de Wesley Sneijder e Gonzalo Higuaín, o Real também.

No entanto, o Liverpool ainda não tinha terminado. O seu ritmo vertiginoso voltou a dar frutos a dois minutos do fim. Kuyt recuperou a bola, antes de Babel e Mascherano lançarem Andrea Dossena, que selou as contas finais. O encontro do Liverpool com Roma, cidade onde tinha conquistado a Taça dos Clubes Campeões Europeus em 1977 e 1984, continuava em aberto. No entanto, o Chelsea, seu adversário nos quartos-de-final, tinha outros planos.

Estrelas

  • Gerrard

    O capitão do Liverpool FC, fiel ao emblema inglês, tem sido fundamental para a sua equipa nos últimos anos. Foi o catalisador dos "reds" na final da UEFA Champions League em 2005, tendo sido depois considerado Futebolista do Ano de Clubes da UEFA. O internacional inglês venceu duas Taças de Inglaterra, duas Super Taças Europeias e uma Taça UEFA. Ainda assim, a conquista da Liga inglesa continua a fugir-lhe.

  • Casillas

    Casillas tem estado na baliza do Real Madrid CF em quase todos os jogos desde que se estreou com 18 anos, em Setembro de 1999. Vencedor da UEFA Champions League em duas ocasiões e quatro vezes campeão da Liga espanhola, assumiu igualmente a titularidade da selecção principal da Espanha desde a estreia internacional, em 2000. Casillas capitaneou a "roja" nos triunfos no UEFA EURO 2008 e no Mundial de 2010, tendo-se tornado entretanto no terceiro jogador espanhol a atingir os 100 jogos com a camisola do país.

  • Torres

    Figura de relevo onde quer que tenha estado, Torres não conseguiu ainda ganhar títulos ao serviço dos clubes pelos quais jogou. Adquiriu estatuto de herói no Club Atlético de Madrid, ao ajudar a garantir a subida à Liga espanhola e tornou-se capitão de equipa aos 19 anos. Ingressou no Liverpool FC no Verão de 2007 e marcou 65 golos em 102 jogos da Premier League, antes de se transferir para o Chelsea FC por quase 60 milhões de euros. Torres viveu momentos de glória pela selecção da Espanha como parte integrante das selecções vencedoras do UEFA EURO 2008 e do Campeonato do Mundo de 2010.

O que aconteceu depois?

• Rafael Benítez assinou um contrato de cinco anos com o Liverpool FC nove dias depois da vitória sobre o Real Madrid CF. Saiu em Junho de 2010, com o seu sucessor, Roy Hodgson, a ficar apenas seis meses no cargo, antes do regresso de Kenny Dalglish.

• O Liverpool foi eliminado pela segunda vez consecutiva na UEFA Champions League pelo Chelsea FC, perdendo por 3-1 em Anfield na primeira mão dos quartos-de-final, antes de empatar a quatro golos em Londres.

• Os "reds" terminaram em segundo lugar a Premier League, a quatro pontos do rival Manchester United FC, que igualou o recorde do Liverpool, com 18 campeonatos conquistados, graças ao terceiro título de campeão consecutivo.

• Juande Ramos deixou o Real depois de apenas seis meses como treinador, após uma série de cinco derrotas consecutivas que deixaram os "merengues" a nove pontos do FC Barcelona, campeão da Liga.

• O Real – pela sexta época consecutiva – foi eliminado nos oitavos-de-final da UEFA Champions League de 2009/10. O Liverpool foi terceiro do seu grupo, antes de transitar para a UEFA Europa League, onde foi eliminado nas meias-finais.

Junte-se à conversa

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.