Bale brilha, "spurs" travam Inter

White Hart Lane, Londres – 02-11-2010 – Fase de grupos
Tottenham
Tottenham
Van der Vaart 18 Crouch 61 Pavlyuchenko 89
3 - 1
Internazionale
  • Eto'o 80
Internazionale
Drama até ao fim

"Bale bateu-se contra alguém considerado o melhor lateral-direito mundial, o que ele fez é incrível." Harry Redknapp

2010/11

• Lionel Messi marcou na final e terminou a época com 12 golos, igualando o recorde da prova que pertencia a Ruud van Nistelrooy. O argentino tornou-se no primeiro jogador a ser o melhor marcador em três épocas seguidas.

• A derrota do MŠK Žilina, por 7-0, frente ao Olympique de Marseille foi a mais pesada de sempre de uma equipa a jogar em casa. Os eslovacos não conseguiram pontuar no Grupo F e terminaram com um saldo negativo de 16 golos, estabelecendo mais um recorde pouco agradável na fase de grupos.

• Javier Zanetti tornou-se no marcador mais velho de sempre na competição, ao marcar pelo FC Internazionale Milano, na terceira jornada, com 37 anos e 71 dias. O recorde resistiu pouco tempo, pois Filippo Inzaghi, que é 15 dias mais velho, bisou ao serviço do Milan duas semanas mais tarde.

O estreante Tottenham Hotspur FC levou os adeptos ao delírio quando bateu o FC Internazionale Milano e destronou os detentores da UEFA Champions League da liderança do Grupo A.

Rafael van der Vaart, Peter Crouch e Roman Pavlyuchenko apontaram os golos que resultaram do espectacular futebol da equipa da casa. Na memória ficou também a exibição de Gareth Bale que, 15 dias depois de fazer um "hat-trick" na derrota por 4-3 em San Siro, voltou a estar sensacional pelo flanco, realizando duas assistências e dando muito trabalho a Maicon.

A equipa inglesa tinha marcado 25 golos nos cinco desafios anteriores na UEFA Champions League e voltou a entrar em campo com mentalidade atacante. Samuel Eto'o e Luka Modrić criaram as primeiras oportunidades do encontro, e foi o croata que esteve na origem do primeiro golo dos "spurs".

O médio fintou Sulley Muntari aos 18 minutos e fez um espectacular passe atrasado para Van der Vaart, com o holandês a não desperdiçar a oportunidade. Os ingleses poderiam ter aumentado a vantagem quando Bale ultrapassou Maicon e cruzou para o segundo poste, onde Crouch falhou o remate de primeira.

O Inter equilibrou a posse de bola no final do primeiro tempo e Wesley Sneijder obrigou Carlo Cudicini a fazer uma defesa, com o guarda-redes a demonstrar que estava à altura de substituir o castigado Heurelho Gomes. Os londrinos foram sempre mais objectivos, com Bale a levar a bola a passar muito perto do alvo, numa altura em que Luca Castellazzi já estava batido. Pouco depois, o guarda-redes do Inter teve de se esticar para defender um cabeceamento de Crouch.

A equipa da casa aumentou a vantagem à passagem da hora de jogo na sequência de mais uma jogada de Bale. O esquerdino de 21 anos pegou na bola na linha de meio campo, deixou dois jogadores do Inter para trás e fez um cruzamento rasteiro para Crouch, que só teve de empurrar para a baliza. A dupla voltou a causar perigo logo a seguir, mas Bale deixou a bola ultrapassar a linha limite antes de cruzar.

Eto'o causou alguma incerteza a 10 minutos do final, quando apontou o sétimo golo da fase de grupos, mas o Tottenham confirmou definitivamente o triunfo quanto Bale subiu no terreno e serviu Pavlyuchenko. Diego Milito ainda rematou à trave, mas no final a festa foi dos "spurs" e de Bale.

"O rapaz corre, corre e corre", comentou o treinador Harry Redknapp sobre Bale. "Teve pela frente um jogador que é considerado o melhor defesa-direito do Mundo e conseguiu fazer coisas incríveis nestes dois jogos." Certamente que poucos discordaram destas palavras em White Hart Lane.

Estrelas

  • Eto'o

    Eto'o é o melhor jogador da história dos Camarões, venceu por três vezes a UEFA Champions League, com o FC Barcelona (duas) e com o FC Internazionale Milano, marcando nas finais de 2006 e 2010. Foi campeão olímpico e a conquistou a primeira de duas Taças das Nações Africanas e destacou-se ao serviço do RCD Mallorca. Foi contratado pelo Barcelona em 2004 e passou cinco anos na Catalunha, marcando 109 golos em 144 jogos na La Liga. Foi três vezes campeão de Espanha, assinou pelo Inter em 2009 e conquistou a Serie A.

  • Van der Vaart

    Van der Vaart foi formado na academia do AFC Ajax e fez a estreia pela equipa principal com apenas 17 anos. Um ano e meio depois já era internacional pela selecção principal. Conquistou dois títulos e uma Taça da Holanda em Amesterdão, conseguindo com muita classe e técnica marcar um golo a cada dois jogos, marca assinalável para um médio-ofensivo. Esteve três anos no Hamburger SV e dois no Real Madrid CF, antes de assinar pelo Tottenham Hotspur FC, ajudando depois a Holanda a atingir a final do Campeonato do Mundo de 2010.

  • Bale

    Bale é o mais jovem internacional e marcador de golos se sempre pelo País de Gales. O esquerdino tinha 17 anos, em 2007, quando o Tottenham Hotspur FC o contratou por 7,5 milhões de euros ao Southampton FC. A sua ascensão foi condicionada por uma lesão e Bale teve de esperar até Janeiro de 2010, e pelo 23º jogo em que foi titular, pelo primeiro triunfo no campeonato ao serviço do emblema de Londres. A sua velocidade e força levaram a que fosse utilizado em terrenos mais adiantados e com excelentes resultados.

O que aconteceu depois?

• O Tottenham Hotspur FC bateu o SV Werder Bremen, por 3-0, na ronda seguinte e, como o FC Internazionale Milano foi batido pelos alemães na sexta Jornada, um empate a três golos no terreno do FC Twente foi suficiente para os britânicos ficarem no primeiro lugar do Grupo A.

• Os "spurs" tornaram-se na primeira equipa a marcar pelo menos dois golos em todos os desafios da fase de grupos. Um golo foi suficiente para eliminar o AC Milan nos oitavos-de-final, mas os ingleses não resistiram ao Real Madrid CF, na ronda seguinte, sendo eliminados com um total de 5-0 pela equipa de José Mourinho.

• No mês seguinte, Inter conquistou pela primeira vez o Mundial de Clubes, depois de bater o TP Mazembe na final. Uma semana depois, Rafael Benítez rescindiu contrato e foi substituído por Leonardo.

• Numa repetição da final de 2009/10, o Inter eliminou o FC Bayern München nos oitavos-de-final, devido aos golos marcados fora de casa, mas os campeões em título seriam surpreendidos por outra equipa da Bundesliga nos quartos-de-final, não evitando o triunfo do FC Schalke 04 com um total de 7-3.

• Leonardo levou o Inter ao segundo lugar na Serie A e ao triunfo na Taça de Itália, mas teve de ceder o lugar a Gian Piero Gasperini. O Tottenham foi quinto em Inglaterra e falhou a qualificação para a UEFA Champions League.

 

Junte-se à conversa

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.